O PRIMEIRO NOME DO RIO FOI RIA

O primeiro nome do Rio de Janeiro foi “Ria” de Janeiro.

No século XVI, assim como o latim “rivus” deu ribeiro e ribeira, deu “ria” também, palavra hoje de pouco uso, mas que designa braço de mar, canal de água salgada ou mesmo um trecho sinuoso, maior do que uma enseada e menor do que um golfo. É este o caso do que veio a chamar-se Baía da Guanabara.

O experiente navegador Gaspar de Lemos, que a descobriu no dia 1º de janeiro de 1501, jamais confundiria água salgada com água doce, e a denominou “Ria” de Janeiro.

Naquele mesmo século, mas trinta anos depois, outro navegador, Pero Lopes de Sousa, escreveria um Diário da Navegação, e cometeria o erro de transcrição que ia mudar o nome da localidade de “Ria” de Janeiro para Rio de Janeiro…

Quando Estácio de Sá fundou a cidade, ainda dia no Século XVI, a 1º de março de 1565, já não se escrevia mais “Ria” de Janeiro e, sim, Rio de Janeiro.

Estava consolidado Rio de Janeiro, nome que hoje se aplica ao estado e à sua capital, que foi também capital do Brasil, depois de Salvador, na Bahia. Mas a mudança fatal para o Rio de Janeiro não foi mudar de Ria para Rio. Foi perder para Brasília, em 1960, o posto de capital do Brasil. O Rio, mais de meio século depois, ainda não se recuperou desta perda e tem recaídas ao agir e ser considerado como se ainda fosse. Não é mais. Nem Brasília o é. A capital do Brasil é São Paulo.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s